Saiba como organizar o orçamento da prefeitura para investir em tecnologia

Para manter as contas em dia, o orçamento da prefeitura deve ser bem aplicado, para que não haja ônus a nenhum dos setores da administração.





Um órgão público, independente do porte, apresenta diferentes gastos. Para manter as contas em dia, o orçamento da prefeitura deve ser bem aplicado, para que não haja ônus a nenhum dos setores da administração. Mas definir e organizar esse orçamento não é tarefa fácil. A falta de planejamento pode comprometer investimentos importantes, mas que nem sempre são elencados como prioritários para as administrações. Um exemplo são as iniciativas relacionadas à tecnologia.

Por isso, no post de hoje falaremos um pouco mais sobre o tema e como é possível organizar o orçamento da prefeitura, possibilitando investimentos em diferentes áreas – inclusive em iniciativas que modernizam a gestão.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Conforme definições do Ministério do Planejamento, a Lei de Diretrizes Orçamentárias compreende as metas e prioridades da administração pública. Ela inclui as despesas de capital para o exercício financeiro, orienta a elaboração da lei do orçamento anual, dispõe sobre as alterações na legislação tributária e estabelece a política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento. No contexto municipal, a LDO permite a sinergia do orçamento anual (investimentos de curto prazo) e do Plano Plurianual (investimentos a médio e longo prazo).

Como ela afeta a adoção de novos projetos?

Como a LDO delimita os gastos e norteia os principais investimentos, é essencial projetar quais serão eles já no momento de sua elaboração. Caso contrário, haverá um entrave para a aprovação do orçamento da prefeitura e execução dos projetos.

Lembre-se que o gasto em tecnologia para as cidades impacta positivamente a sociedade como um todo e trata-se de um investimento. Portanto, os resultados e a economia podem não ser percebidos rapidamente. E isso deve ser considerado no momento de propor o investimento e projetar os possíveis resultados.

Como posso organizar o orçamento?

Estude o impacto do investimento (em longo prazo)

Além de considerar os aspectos que listamos acima, é essencial analisar em quanto tempo será possível recuperar o investimento e como o aporte em tecnologia pode ser útil para o dia a dia do servidor e do cidadão. Dessa forma você terá mais argumentos para justificá-lo. Importante salientar que, muitas vezes, não existe uma porcentagem ideal a ser destinada aos projetos de tecnologia. O que irá nortear a decisão é o impacto do investimento e como ele ajudará na economia e na otimização dos processos internos.

Analise se existe verba disponível para o projeto

Antes que tomar qualquer decisão de investimento é essencial que seja analisado o quanto a sua administração tem em caixa, para que o investimento em questão não seja interpretado como indevido. Projete os gastos e demonstre que há uma preocupação também com os demais investimentos públicos.

Elenque as prioridades

Sabemos que a gestão pública municipal apresenta muitos serviços essenciais e prioritários, que necessitam de um investimento imediato. Mas é importante saber também que as iniciativas relacionadas à inovação e avanço das cidades já ganham cada vez mais espaço, sendo parte de projetos de lei nos âmbitos municipal, estadual e federal. Importante ratificar também que a tecnologia aplicada às cidades pode mudar rotinas das mais diferentes áreas e secretarias - o que melhora a performance dos profissionais que atuam nas administrações e facilita vida do contribuinte.

Equilibre o custo e o benefício

Investir em soluções tecnológicas deve ser uma decisão pensada e equilibrada. Nem toda a tecnologia implantada terá um alcance em diferentes áreas ou atingirá positivamente muitas pessoas. Muitas podem, inclusive, ser extremamente caras e onerosas aos cofres públicos. Por isso analisar o custo e benefício da solução que será adotada é fundamental.

Decida qual a forma de compra/contratação dos serviços

Uma gestão pública eficiente é, acima de tudo, transparente. Portanto, defina qual a melhor maneira de contratar os serviços que deseja e considere o orçamento da prefeitura na hora de estipular a quantia gasta no projeto. Analise qual a modalidade de licitação mais adequada e que vai ao encontro de suas necessidades, e elabore o edital.

Solução eficiente e acessível aos órgãos públicos é possível

Adotar soluções tecnológicas altamente eficientes e financeiramente acessíveis à gestão pública pode parecer difícil. Mas não é. A 1Doc disponibiliza uma solução que reúne todas essas características e ainda fará a sua administração adotar práticas sustentáveis e que beneficiam o meio ambiente. Com uma plataforma 100% web é possível fazer toda a gestão de documentos, comunicação e atendimento de sua prefeitura de maneira rápida, intuitiva e transparente. Com ela sua administração economiza tempo (tornando as rotinas mais ágeis e automatizadas) e dinheiro (otimizando a mão de obra dos funcionários públicos e eliminando a necessidade da impressão em papel).

Se você deseja investir em tecnologia de ponta sem comprometer o orçamento da prefeitura, você precisa conhecer a 1Doc.


« Ver todas as postagens






Materiais ricos
Baixe gratuitamente





VER TODOS OS MATERIAIS »

Compartilhe com um amigo