O que o cidadão espera de uma Ouvidoria Pública

Os sistemas de ouvidoria de uma prefeitura há muito tempo deixaram de ser um repositório de críticas para se transformarem num canal eficiente de resolução de problemas sociais e transparência dos atos públicos. Para trazer essa nova realidade para a gestão da sua prefeitura, é necessário pensar com a cabeça do cliente, nesse caso, o cidadão. Abaixo, reunimos as duas competências principais que devem ser atendidas por uma ouvidoria pública a fim de conseguir atender bem seu público. Continue lendo!

 

Agilidade: este é o primeiro passo para ter uma ouvidoria de qualidade. Mesmo não havendo uma resolução fácil ou rápida para o problema, é necessário que o cidadão esteja ciente de que seu pedido foi visto ou está sendo atendido. Uma rápida resposta é essencial. Uma boa opção é enviar um e-mail de confirmação automática do recebimento do protocolo. Mas lembre-se de configurar um e-mail de resposta real, caso haja alguma dúvida ou necessidade de falar com uma pessoal real com urgência.

 

Transparência: nada mais desconfortável do que fazer uma solicitação e não saber para onde ela está sendo direcionada. Evitar a sensação de “buraco negro” nos pedidos dos cidadãos que entram em contato com a ouvidoria é indispensável!

Seguindo como bons exemplos as cidades digitais, utilizar a internet e o smartphone para dar retorno às demandas da ouvidoria já deixou de ser tendência e é o modelo de gestão do agora. O cidadão já espera que suas reivindicações sejam solucionadas através de plataformas online, aplicativos, e-mails. Afinal, poucas coisas são mais inconvenientes para o cidadão do que ter que lidar com modelos analógicos nos dias de hoje.

sistemas de ouvidoria na nova gestão pública precisam levar em conta as necessidades emergentes da população, que busca agilidade, modernidade e uma relação de mão dupla com as entidades que as representam.

Quer saber como funciona um sistema de ouvidoria moderno? Veja aqui.


« Ver todas as postagens






Compartilhe com um amigo