Otimize a Gestão Pública usando 3 indicadores

As chaves para uma melhor comunicação interna em organizações públicas.





“Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende. Ou seja, não há sucesso no que não se gerencia.”

adaptado de W. Edwards Deming - Consultor Americano

A cultura de resultados está presente em grandes empresas como Amazon, Netflix, Twitter e Google. Mas, por nem sempre ser tão fácil de colocar em prática, dificilmente a cultura de resultados é pensada como uma estratégia positiva também na gestão pública. A frase do Consultor Americano W. Edwards Deming, responsável por criar a autoridade do Japão como um grande player em tecnologia, é um claro resumo do quão importante podem ser os indicadores na gestão pública, se usados de forma precisa.

O desafio de encontrar e aplicar indicadores que traduzam de forma fiel o dia a dia de um Órgão Público pode parecer um complicador ou mesmo um impeditivo na hora de adaptar a cultura de resultados para o serviço público, mas contornar essa dificuldade inicial para usá-los a favor do gestor e, consequentemente, da gestão é primordial e bem mais fácil se você puder contar com ferramentas que ajudem na implementação. Hoje vamos destacar os 3 indicadores mais importantes da Gestão Pública para saber como começar a mudar a cultura dentro de sua Organização. 

Os indicadores

Imagine ver de forma clara, fácil e em real time como a entidade tem se saído ou mesmo como ela se saiu num período específico? Isso é cultura de resultados. Os clientes da plataforma 1Doc Governo já tem acesso a esses indicadores e com eles é possível classificar o desempenho de toda a equipe em três parâmetros:

  • Engajamento: e tudo que é pedido, qual a porcentagem do que é lido?
  • Eficiência: de tudo que é pedido e lido, qual a quantidade que é resolvido?
  • Qualidade: de tudo que é pedido, lido e resolvido, qual a qualidade da entrega?

Engajamento

O engajamento toma frente num processo crescente quando o foco são os servidores. Assim como numa empresa, eles também são parte fundamental para a agilidade do processo e sucesso da gestão. Além disso são como a alma do Órgão, pois fazem toda a interface cidadão-gestor acontecer.

  • Como anda o engajamento dos servidores na sua gestão?
  • Eles se sentem parte do processo?
  • Entendem exatamente quais são as participações deles e o quanto são fundamentais na eficiência da resolução de problemas cotidianos? 
  • Eles são analisados individualmente, por setor ou ambos?

Essas são apenas algumas perguntas que podem nortear este indicador. Quando o gestor tem a informação precisa de qual setor gera maior ou menor eficiência, qual tem o maior ou menor engajamento, é possível entender com precisão onde está o gargalo da resolução das demandas do dia a dia.

Eficiência

De que adianta ter um setor engajado mas pouco eficiente? Essa é uma dúvida que permeia qualquer gestão, seja pública ou privada. Acontece que entender a eficiência pode não ser tão fácil, principalmente quando as tarefas delegadas aos servidores são mais subjetivas do que operacionais.

O foco inicial deve ser entender o que pode ser considerado eficiência na sua gestão. Entre as perguntas que você pode construir para medir a eficiência estão:

  • Qual o índice de resolução de problemas que esse setor tem?
  • As demandas são realmente resolvidas ou só passadas para um setor diferente?
  • O que significa, efetivamente, resolver algo para esse setor?
  • Quem resolveu essa demanda - ou seja, quem é o servidor mais eficiente?

Qualidade

Outro indicador tão importante quanta a eficiência e o engajamento é a Qualidade. Entenda que, na gestão pública, quem mede a qualidade de um setor - e da gestão como um todo - é a população. Portanto, a qualidade deve ser um espaço onde a população possa se manisfestar, anônima ou nominalmente. Diferente das Gestões Privadas, os serviços públicos tem como premissa atender a população, logo ela é - e deve ser - parte dessa cultura de resultados. Perceba esse indicador como o termômetro da sua gestão, pois já que tudo é feito para servir o público, nada mais justo que eles possam avaliar.

Crescimento-Verde

Depois de coletadas essas informações, elas devem ser classificadas e consolidadas por setores para então buscar a média geral da administração. Tendo esses índices setorizados, fica fácil de encontrar os gargalos, entender os ônus - e os bônus - das prefeituras, deixando o processo decisório sobre melhorias e investimentos muito mais assertivo e justo. Os clientes da 1Doc Governo já tem acesso nativo a essa gama de indicadores, assim construir uma gestão baseada em resultados fica muito fácil.


« Ver todas as postagens


2 respostas para “Otimize a Gestão Pública usando 3 indicadores”

  1. Rubilar Bravo disse:

    ” Quanta diferença vamos “Notar” no Serviço Público, quando adotarmos como meta essas Três Palavras:(Engajamento; Eficiência e Qualidade) e conseguirmos coloca-las em AÇÃO.”

  2. Marcello Luporini disse:

    Sou usuário do 1Doc na gestão pública de Atibaia. Não sou funcionário da prefeitura, mas sim presidente de uma entidade do terceiro setor e, como tal, gestor de uma creche comunitária, que trabalha em parceria com a prefeitura. O 1Doc é, na minha avaliação, um grande salto à frente, no município, na comunicação do público interno da gestão municipal, mas também do público externo com o público interno do 1Doc. Como gestor da creche faço parte do sistema interno, mas como presidente da OSC e como cidadão, acesso o 1Doc como público externo. Algo que me incomoda é que tenho visto usuários do público interno, a quem enviei um memorando solicitando um serviço, arquivarem o memorando após tomarem uma atitude como, por exemplo, encaminhar o assunto para um outro setor. Isso equivale no mundo real a passar o problema para frente e lavar as mãos. Se a questão vai ser resolvida ou não, tanto faz. Creio que isso denota falta de comprometimento, de eficiência, de qualidade e de eficácia, mas o sistema encara este tipo de arquivamento como positivo. Creio que deveria haver um indicador que controlasse a eficácia e não só a eficiência.





Materiais ricos
Baixe gratuitamente





VER TODOS OS MATERIAIS »